Translate

Crianças das Caldas aprendem suporte básico de vida



Duas dezenas de enfermeiros das Caldas da Rainha uniram-se para, em regime de voluntariado, proporcionarem a 600 alunos do ensino básico ensinamentos sobre como prestar suporte básico de vida em casos de emergência.

A ideia partiu de Nuno Pedro, enfermeiro de emergência pré-hospitalar, que desafiou os colegas a iniciar um projecto que considera pioneiro em Portugal e que consiste em levar às escolas básicas da cidade das Caldas da Rainha uma formação em suporte básico de vida (SBV).

Vinte enfermeiros responderam ao repto e aderiram à iniciativa que, na quinta-feira, teve início na escola básica de Santo Onofre, onde 18 alunos do 4.º ano de escolaridade ouviram os ensinamentos das enfermeiras Ana Fragoso e Mafalda Vala.

“Imaginem que entravam na sala de aula e encontravam a professora deitada no chão”, desafiou a primeira, recebendo, mesmo antes de qualquer pergunta, a pronta resposta da turma: “chamávamos o 112”.


Resuscitation 2014 - The pathway to new Guidelines


Congresso do ERC - 15, 16 e 17 de Maio em Bilbao, Espanha
Pode ver mais detalhes: AQUI





INEM atendeu 1.2 milhões de chamadas de emergência em 2013

Os Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM atenderam, no ano passado, 1.201.105 chamadas de emergência. Os CODU são centrais de emergência médica responsáveis pela medicalização do número 112, competindo-lhes avaliar os pedidos de socorro recebidos, com o objetivo de determinar os recursos necessários e adequados a cada ocorrência.

As chamadas efetuadas para o Número Europeu de Emergência - 112 são atendidas primeiramente pela Polícia de Segurança Pública, que encaminha para os CODU do INEM todas as situações que digam respeito a situações de urgência ou emergência médica. Assim, as 1.201.105 milhões de chamadas recebidas em 2013 significaram mais 50.998 chamadas atendidas do que em 2012.

Os números apresentados correspondem a pedidos de socorro efetuados para situações de assistência a vítimas de acidente ou doença súbita. O atendimento destas chamadas deu origem à ativação de 1.071.736 meios de emergência, entre os diversos tipos de ambulância (emergência médica, suporte imediato de vida, transporte inter-hospitalar pediátrico), motas de emergência, viaturas médicas de emergência e reanimação e helicópteros. O tipo de meio a enviar é selecionado de acordo com:

•       a situação clínica das vítimas, identificada por um algoritmo de triagem especifico
•       a proximidade do local da ocorrência
•       a acessibilidade ao local da ocorrência

O funcionamento dos CODU é assegurado, 24 horas por dia, por equipas de profissionais qualificados - médicos e técnicos - com formação específica para efetuar o atendimento, triagem, aconselhamento, seleção e envio de meios de socorro. O INEM apela, uma vez mais, à colaboração de todos os cidadãos, aconselhando que em caso de acidente ou doença súbita liguem sempre para o 112 e informem, de forma simples e clara:

•       A localização exata e, sempre que possível, com indicação de pontos de referência;
•       O número de telefone do qual está a ligar;
•       O tipo de situação (doença, acidente, parto, etc.);
•       O número, o sexo e a idade aparente das pessoas a necessitar de socorro;
•       As queixas principais e as alterações que observa;

As perguntas feitas pelos profissionais dos CODU são muito importantes para a atuação do INEM, pois visam determinar qual o tipo emergência e o meio de socorro mais adequado para dar resposta à situação em questão. Deste modo, facultar toda a informação que seja solicitada vai permitir uma assistência mais eficaz.


Lembre-se que os meios de emergência médica pré-hospitalar devem ser apenas utilizados em situações de emergência, ou seja, situações onde exista perigo de vida iminente. No caso de não ser necessário enviar uma ambulância ou qualquer outro meio de emergência, as chamadas serão então encaminhadas para a Linha de Saúde 24, que procederá ao aconselhamento adequado à situação.



112.pt


O 112.pt recebeu o Prémio 112 de Excelência, atribuído pela Associação do Número Europeu de Emergência.



Portal 112.pt com as ocorrências activas: AQUI